A “grande guerra” de Toffoli

Foto: Evaristo Sá/AFP

Dias Toffoli disse para o Estadão que pode haver um movimento internacional sustentando os ataques ao STF nas redes sociais, com o objetivo de desestabilizar o país:

“Esse assassinato de reputações que acontece hoje nas mídias sociais, impulsionado por interesses escusos e financiado sabe-se lá por quem, deve ser apurado com veemência e punido no maior grau possível (…).

Pode ser, eventualmente, uma hipótese para atender a indústria bélica, que há muitos anos não tem uma grande guerra como cliente”.

Fonte: O Antagonista 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *