Busca

Login

Agenda

Fevereiro 2018
D S T Q Q S S
28 29 30 31 1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 1 2 3

Enquete

Sobre o Site:

Qual sua opinião sobre o novo Site?

1
58
Excelente :D
2
21
Bom :)
3
18
Ruim :(
4
17
Péssimo :( :(
5
10
Indiferente :-|
Add a new response!
» Go to poll »
3 Votes left

Ministério Público do Estado do Amazonas

 

 


Associação Nacional dos Membros do Ministério Público

 

 

 


Previdência Associativa do Ministério Público e da Justiça Brasileira

 

 


Conselho Nacional do Ministério Público

 

 


Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas

Operação Personare é realizada pelo Ministério Público e Polícia Civil

A Polícia Civil/DRCO e a Procuradoria-Geral de Justiça do Ministério Público do Estado do Amazonas (MP-AM) informam que foi realizada a operação "Personare" pelo Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) e CAOCRIMO/GAECO. A operacão desarticulou uma organização criminosa especializada na modalidade de assalto conhecida como “saidinha de banco”. 

 

Os bandidos tinham como alvo principal pensionistas e membros aposentados do Ministério Público do Amazonas que iam ao posto bancário, localizado na sede do órgão, para receber o pagamento.  

As investigações iniciaram logo depois de uma pensionista ter sido assaltada ao chegar em casa, após sacar o pagamento, no mês de julho.

Com a repetição do fato, no mês de agosto, tendo por vítima um aposentado, mediante o mesmo modos operandi, as atenções redobraram-se em relação às pessoas que estavam no posto bancário e em seu entorno no momento do saque.

Assim, durante o trabalho investigativo do DRCO, foi constatado que um servidor da instituição, o motorista Manoel Eduardo Ramalho Angelina, 26 anos, agia com os bandidos passando informações sobre as vítimas que seriam atacadas.

Desde então, o servidor passou a ser monitorado. Uma pessoa já havia sido presa.  

Na tarde do dia 17 de setembro a equipe de policiais deslocou-se até as proximidades COMPAJ, na BR174, onde fez a prisão de DIOGO DA SILVA MAGALHAES, que tentava subtrair-se da ação policial em um veículo taxi.

A Procuradoria-Geral de Justiça reitera que, além da ação policial, foram tomadas todas as providências para resguardar membros, aposentados, pensionistas e servidores do Ministério Público do Estado do Amazonas.